VIII SENABRAILLE 2014 - 28 a 30 de abril de 2014
VIII ONCOVET 2014 - 28 a 30 de abril de 2014
 

Programa

TEMAS:



Dia 28/04

08:30 - 09:00 – Credenciamento

09:30 – Abertura
Sigrid K. Weiss Dutra - Presidente da Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições (FEBAB)

Adriana Cybele Ferrari – Vice-Presidente da Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições (FEBAB) / Coordenadora Geral do VIII SENABRAILLE

Cristiane Camizão Rokicki – Coordenadora Geral da Rede de Bibliotecas do Senac SP e Presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia do Estado de São Paulo/ Comissão Organizadora do VIII SENABRAILLE

10:00 - 12:00 – Mesa Redonda
Tema: TIPOS DE BIBLIOTECAS & DEMANDAS PARA INCLUSÃO
Refletir sobre os diferentes tipos de bibliotecas escolares, públicas, universitárias, especializadas e as demandas de inclusão. As bibliotecas devem ter os mesmos serviços? Há diferença no trabalho cotidiano dessas bibliotecas? Como são percebidas/identificadas as necessidades de cada usuário desses equipamentos? O que está sendo feito para incluir?

Karyn Munky – Ambiente de Acessibilidade Informacional/ Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Miriam Mattos – Professora de Biblioteconomia do Centro de Ciências Humanas e da Educação/ Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Waltemir J. Belli – Diretor da Divisão de Bibliotecas do Centro Cultural São Paulo/ Prefeitura de São Paulo

Moderadora: Carla Mauch – Coordenadora Técnica/ Mais Diferença
Relatora:Rosa Maria Fischi – Diretora Técnica da Biblioteca da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo (USP)

12:00 às 12:30 – Debates

12:30 – 14:00 – Almoço

Apresentação de Trabalhos Orais
14:00 – Trabalho 1
Aline Carvalho do Nascimento
Biblioteca Pública Benedito Leite: Informação com acessibilidade

14:20 – Trabalho 2
Camila Schoffen Tressino; Camila Timm; Gabriela Giacumuzzi; Eliane Lourdes da Silva Moro
Projeto de Leitura Vivendo Histórias: vivendo a inclusão por meio da leitura numa casa geriátrica

14:40 – Trabalho 3
Cila Verginia da Silva Borges
Proposta de acesso inclusivo dos portadores de deficiência visual na Biblioteca Universitária José de Alencar da Faculdade de Letras da UFRJ

15:00 – Palestra: Políticas Públicas e o “Tratado de Marrakech”
Fernando Antônio Medeiros De Campos Ribeiro - Assessor de Gabinete da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República

Luís Paulo Bogliolo Piancastelli de Siqueira - Graduado em Direito pela Universidade de Brasília e Mestre em Direito Internacional pela London School of Economics. Advogado e Coordenador de Legislação em Direitos Autorais na Diretoria de Direitos Intelectuais do Ministério da Cultura. Foi integrante da delegação brasileira na Conferência de Marraqueche para adoção de um tratado que facilite o acesso de pessoas com deficiência visual a obras publicadas.

Moderadora: Valéria dos Santos Gouveia Martins - Coordenadora Associada do Sistema de Bibliotecas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e Diretora Técnica da Biblioteca Central Cesar Lattes
Relatora: Ivone Tálamo - Chefe da Biblioteca da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo

15:50 – Debates


16:00 – Café

16:20 – Evento Paralelo à apresentação de Trabalhos Orais aberto a todos os participantes

Reunião Técnica do projeto “Acessibilidade em Bibliotecas Públicas”
Elisa Machado, Diretora do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP)/ Diretoria do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas/ FBN/ MINC

16:20 – Trabalho 4
Diana Gutiérrez De la Torre
Stand braille presente na Feira Internacional do Livro de Guadalajara, México.

16:40 – Trabalho 5
Érica Simony Fernandes de Melo
Acessibilidade Informacional: alunos com deficiência visual na Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

17:00 – Trabalho 6
Francisco de Paula Araujo
A Convenção Internacional sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência e as políticas públicas de acesso aos bens culturais no Brasil

17:20 – Trabalho 7
Gabriela Giacumuzzi; Eliane Lourdes da Silva Moro
Acessibilidade Arquitetônica em Diferentes TipoloIogias de Bibliotecas

17:40 – Trabalho 8
Iramaia Ferreira Santana Santos
Acessibilidade na Biblioteca Anísio Teixeira (BAT): as ações do Setor de Atendimento a Criança e ao Adolescente Surdo (SACAS)

18:00 – Trabalho 9
Josue Sales Barbosa
O Setor de Acessibilidade das Fábricas de Cultura das Regiões Norte e Sul da Cidade de São Paulo.

18:20 – Debates

18:40 – Apresentação artística do Grupo "Encontro Casual", composto por Vilson Zattera, Raphael Ota e Mateus Kuchick. O trio é vinculado ao Programa de Pós Graduação em Música, do Instituto de Artes da Unicamp.


Dia 29/04

9:00 – Palestra: Sensory Fiction Project
Julie Legault – Designer e pesquisadora no Media Laboratory, do Massachusetts Institute of Technology (M.I.T.), em Cambridge, MA.

Moderador: Salete Cecília de Souza – Bibliotecária, Coordena a Biblioteca da UnisulVirtual, Coordenadora do Programa de Promoção de Acessibilidade da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) e docente da UnisulVirtual.
Relatora: Márcia Elisa Garcia De Grandi - Diretora Administrativa e Financeira (FEBAB)

9:50 – Debates

10:00 – 12:00 – Mesa Redonda
Tema: EQUIPAMENTOS CULTURAIS: O QUE DE FATO ESTÁ ACESSÍVEL?
Apresentar experiências bem sucedidas na inclusão em cultura. O que está sendo feito em museus, casas de espetáculos, teatros, entre outros?

Amanda Tojal – Consultora em Acessibilidade e Ação Educativa Inclusiva em Museus e Instituições Culturais / Arteinclusão

Keyla Ferrari – Pedagoga com habilitação para deficientes da áudio comunicação/ Centro de Dança Integrado (CEDAI)

Claudia Werneck – Idealizadora, Fundadora e Superintendente Geral da Escola de Gente

Gilson Packer – Gerente Geral do CineSesc / São Paulo

Moderadora: Marta Gil – Consultora de Inclusão no Trabalho e na Educação
Relatora: Maria Fazanelli Crestana – Diretora de Promoção de Eventos (FEBAB)

12:00 – 12:30 – Debates

12:30 – 14:00 – Almoço

14:00 – Fala sobre Políticas Públicas na área de Acessibilidade da Pessoa com Deficiência: Projeto da cidade de Campinas, SP
Luiz Antônio Rodrigues – Coordenador de Políticas Públicas da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida de Campinas

Apresentação de Trabalhos Orais
14:20 – Trabalho 1
Alberto Arguelhes
Todas as pessoas têm direito a conhecer todas as histórias.

14:40 – Trabalho 2
Júlio Afonso Sá de Pinho Neto
A Inclusão Digital Para Deficientes Visuais do Setor Braille da BibIioteca Central da UFPB

15:00 – Trabalho 3
Sueli Regina Marcondes Motta
Acessibilidade na Biblioteca de São Paulo

15:20 – Trabalho 4
Maria Imaculada Cardoso Sampaio
Acessibilidade do Espaço Físico da Biblioteca Dante Moreira Leite

15:40 – Trabalho 5
Vivian Rosa Storti
Promover a Acessibilidade aos Deficientes Visuais e Baixa Visão à Rede de Bibliotecas da UNESP

16:00 – Café

16:20 – Trabalho 6
Kátia Soares Coutinho
Biblioteca Virtual de Soluções em Tecnologia Assistiva: como começar?

16:40 – Trabalho 7
Marcos Pastana Santos
A Importância da Acessibilidade nas Bibliotecas Públicas

17:00 – Trabalho 8
Maria Cristina dos Santos
Acessibilidade na Biblioteca Anísio Teixeira (BAT): as ações do Setor de Atendimento a Criança e ao Adolescente Surdo (SACAS).

17:20 – Trabalho 9
Priscila Carreira Bittencourt Vicentini; Ana Paula Meneses Alves
O papel das instituições de ensino superior na formação e inclusão de surdos

17:40 – 18:00 – Debates

18:00 – Sessão de autógrafos com Cláudia Werneck do livro: “Sonhos do dia”

18:30 – Apresentação Artística


Dia 30/04

Atividades Paralelas (Apresentação de Trabalhos Orais e Oficinas)

Apresentação de Trabalhos Orais
10: 00– Trabalho 1
Leondeniz Candido de Freitas; Maria Eunice Suares Barboza
O Acesso ao livro digital por Pessoas com Deficiência Visual: O Formato EPUB e seu Caráter Inclusivo e Acessível

10:20 – Trabalho 2
Magali Aparecida de Oliveira Arnais; Fernanda Alves Landim; Marina da Silva Felipe Campos
Entre ledores humanos e leitores digitais

10:40 – Trabalho 3
Maria Cristina dos Santos
Quatro décadas de experiências em acessibilidade: o caso do Setor Braille da Biblioteca Pública do Estado da Bahia

11:00 – Trabalho 4
Mariana Aguiar Orrico Santos
Rede de Leitura Inclusiva

11:20 – Trabalho 5
Maria Antonieta Ribeiro Marcolino
O Bibliotecário na Biblioteca Escolar e os Usuários Especiais: O Desafio da Inclusão

11:40 - Trabalho 6
Sandra Manzano de Almeida
Abordagem ao Usuário com deficiência visual na Rede de Bibliotecas da UNESP


OFICINAS (Cursos)

Oficina 1:
Horário: Manhã:
(10h00 às 13h00): “Uso de tecnologia assistiva para promoção de acessibilidade a materiais bibliográficos"

Coordenação: Deise Tallarico Pupo - Bibliotecária de Referência no Laboratório de Acessibilidade da Biblioteca Central Cesar Lattes da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP); Valéria dos Santos Gouveia Martins - Coordenadora Associada do Sistema de Bibliotecas da Universidade Estadual de Campinas (SBU-UNICAMP) e Diretora Técnica da Biblioteca Central Cesar Lattes; Magali Aparecida de Oliveira Arnais - Pedagoga do LAB_BCCL_(UNICAMP). Colaboradores: Daniela Simões - Analista de Desenvolvimento de Sistemas da BCCL (UNICAMP); Fernanda Landim - Técnica em Biblioteconomia - LAB-BCCL (UNICAMP); Raphael de Jesus Pinto - Educador Físico e Ex-bolsista do LAB-BCCL (UNICAMP)

Horário: Tarde:
(14h30 às 16h00): "Acessibilidade e uso das novas tecnologias em Música"
- Prof. Dr. Vilson Zattera - pós doutorando em Música pelo Instituto de Artes (UNICAMP)
(16h20-17h30): "Sentir a Arquitetura: uso de maquetes e impressão em 3D" - Profa. Dra. Gabriela Celani - Laboratório de Automação e Prototipagem para Arquitetura e Construção (LAPAC - UNICAMP); Prof. Dr. Vilson Zattera; Ricardo Verzoli e Myrianne Ribeiro Matos - alunos do Programa de Iniciação Científica Júnior (PICJR. UNICAMP)

Conteúdo: A oficina abordará de maneira interativa: acessibilidade, deficiências e tecnologias assistivas que promovam a leitura e comunicação inclusiva em bibliotecas e também a educação musical; apresentará resultados de pesquisa em prototipagem por meio de impressão em 3D para confecção de maquetes táteis; na prática, alguns exercícios com leitores de telas, scanners e conversão de textos para diferentes leituras. Uma pessoa com deficiência visual estará na equipe.


Oficina 2: “Biblioterapia: uma técnica de aconselhamento”
Marília Mesquita Guedes Pereira - Bibliotecária do Serviço Braille da Biblioteca Central da Universidade Federal da Paraíba (UFPB, 1999 -).

Conteúdo: Conscientizar os participantes da necessidade de valorizar a leitura como técnica de aconselhamento no sentido de incutir nas crianças, jovens e idosos o gosto pela leitura, descobrindo e explorando o potencial que cada um possui sobre contos, poesias, crônicas e música, possibilitando assim resolver conflitos internos e interpessoais, tratando desgostos e outras emoções fortes ou enfrentando as mudanças indeterminadas da vida.

Proporcionar aos participantes a Hora do conto no sentido de estabelecer uma ligação entre a fantasia e realidade, desenvolvendo a imaginação e a criatividade.

Oferecer aos participantes a oportunidade de descobrir suas possibilidades na arte de contar histórias, aproveitando melhor recursos narrativos, utilizando técnicas apropriadas.

Conscientizar os participantes, que o programa de leitura orientada é necessário como elemento motivador para o seu ajustamento psicossocial.

Duração: 6 horas
Horário: 10h às 13h e das 14h30 às 17h30


Oficina 3: “Diagnóstico de acessibilidade: a experiência da biblioteca do SENAC”
Izete Malaquias da Silva – Bibliotecária responsável pelas ações inclusivas da unidade Senac Aclimação. Tem experiência no atendimento de usuários com deficiência visual, intelectual, física e surdez. Representante de Inclusão do Senac Aclimação.

Ricardo Quintão Vieira – Bibliotecário responsável pelo Espaço Braille do Centro Universitário Santo Amaro e das ações de acessibilidade da Rede de Bibliotecas do Senac São Paulo desde 2004.

Conteúdo:
A oficina busca o desenvolvimento de olhar crítico e administrativo sobre a estrutura, acervos e serviços da biblioteca que propiciem mais acesso de pessoas com deficiência (física, intelectual, auditiva e visual). Essa oficina abordará: planejamento administrativo, plano de acessibilidade, acesso físico, entrada, ambiente interno, hardwares e órteses, programas de computador, acervos especiais e serviços especiais.

Duração: 6 horas
Horário: 10h às 13h e das 14h30 às 17h30


Oficina 4: “Leitura Inclusiva”
Ana Paula Silva - Gestora da Fundação Dorina Nowill para Cegos, é responsável por projetos que incentivam a leitura da pessoa com deficiência por meio das organizações intermediárias em todo o Brasil e pelas oficinas de capacitação de leitura inclusiva.

Conteúdo: Sensibilização e desconstrução de mitos sobre a deficiência visual e a leitura inclusiva; orientações técnicas e práticas sobre deficiência visual; conhecimentos sobre os livros acessíveis, suas diferenças e oportunidades; orientações teóricas e práticas sobre a leitura inclusiva; atividade prática de roda de leitura inclusiva.

Duração: 6 horas
Horário: 10h às 13h e das 14h30 às 17h30


Oficina 5: “Facilitando a comunicação e a acessibilidade da pessoa com deficiência”
Fga. Dra. Maria Aparecida Cormedi/ Adefav - Professora universitária. conteudista e tutora de cursos de graduação e pós graduação à distância. Diretora técnica da ADEFAV – Centro de recursos em deficiência múltipla, surdocegueira e deficiência visual, São Paulo, Brasil.

Conteúdo: O workshop pretende discutir as diferentes necessidades das pessoas com deficiência, abordando as deficiências física, visual, auditiva, múltipla e surdocegueira nos aspectos teóricos que caracterizam, diferenciam e identificam cada uma. Nos aspectos práticos, o workshop proporcionará aos participantes conhecer as possibilidades de comunicação intrínsecas a cada deficiência apresentando os recursos de baixa de alta tecnologia que facilitam a acessibilidade, a comunicação, leitura, escrita e a mobilidade abordando questões práticas do cotidiano.

Duração: 6 horas
Horário: 10h às 13h e das 14h30 às 17h30


Oficina 6: “Informação e acessibilidade em Bibliotecas”
Profª Drª Lizandra Brasil Estabel - Coordenadora e Professora Adjunta do Curso Técnico de Biblioteconomia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) - Câmpus Porto Alegre. Coordenadora de Educação a Distância do IFRS- Câmpus Porto Alegre. Membro do Comitê Gaúcho de Acessibilidade: Tecnologia e Informação (CGATI). Membro da Comissão Brasileira de Bibliotecas Escolares da FEBAB. Membro do Grupo de Pesquisa Leitura, Informação e Acessibilidade (LEIA), da UFRGS e do IFRS.

Profª Drª Eliane Lourdes da Silva Moro - Professora Adjunta do Curso de Biblioteconomia do DCI/FABICO/UFRGS. Conselheira Federal do Conselho Federal de Biblioteconomia (CFB). Coordenadora da Comissão de Bibliotecas Escolares e Públicas do CFB. Coordenadora da Comissão de Extensão (COMEX) da FABICO/UFRGS. Membro do Comitê Gaúcho de Acessibilidade: Tecnologia e Informação (CGATI). Membro do Grupo de Pesquisa LEIA (Leitura, Informação e Acessibilidade) da UFRGS e IFRS.

Conteúdo: Acessibilidade em Informação: Acessibilidade em bibliotecas (públicas, escolares, universitárias, especializadas, especiais e comunitárias).
Pessoas com Deficiência: quem são? Tecnologias Assistivas no Ambiente da Biblioteca. Tecnologias Assistivas e espaços de interação.Bibliotecas para Cegos na Era da Informação: diretrizes de desenvolvimento (IFLA). Checklist: Avaliação das Condições de Acessibilidade em Bibliotecas.

Duração: 6 horas
Horário: 10h às 13h e das 14h30 às 17h30


Intervenções durante o evento:



Intervenção artística:



A+

A-

A=


Texto preto